poça de água com pétalas de rosa
Ana Afonso

Ana Afonso

Fotógrafa ANA.WeddingPhotography

10 razões para fazer um Elopement Wedding.

A indústria dos casamentos em Portugal foi avaliada, em 2019, em 800 milhões. Pode não parecer mas os portugueses estão a casar menos mas a gastar mais. Mas não é de estranhar que os elopements estejam a ganhar terreno em relação aos casamentos tradicionais. A plataforma Pinterest declarou recentemente que a pesquisa por este tipo de casamentos aumentou 128%. Fique a conhecer 10 razões para fazer um Elopement Wedding.

10 razões.

Uma experiência a dois. Um Elopement Wedding é uma cerimónia íntima, privada, longe da pressão, da ansiedade e da obrigação de organizar um casamento tradicional. Os noivos optam por um casamento que vai ao encontro da sua personalidade e ao encontro do que pretendem – e não ao encontro de tradições e protocolos com os quais não se identificam. É talvez uma das melhores razões para fazer um Elopement Wedding.

Autenticidade. A indústria do casamento, como a conhecemos desde sempre, pode engulir os principais objectivos de uma união. A indústria pode ser encarada como a indústria da expectativa e, por vezes, o foco é diluído. Nem todos os noivos sonharam com um grande casamento, espampanante, em frente a centenas de pessoas. Mas quando se assina um grande casamento, muitas vezes perde-se a autenticidade do casal e a conexão com os objectivos principais. Para muitos casais, um casamento tradicional não é o reflexo verdadeiro de quem são e do que pretendem alcançar.

vestido branco de alças para casamento simples

Íntimo e com significado. Quando se tem um casamento grande, os noivos são os anfitriões da maior festa das suas vidas. Neste tipo de casamentos é difícil ter momentos a dois de qualidade e com intenção. Quando se casam apenas os dois, o momento é partilhado a dois. Conseguem sentir e absorver com mais intensidade o que significa a comunhão, a vossa união. A liberdade de se expressarem é total e têm todo o tempo do mundo para se olharem olhos nos olhos.

Menos dramas familiares. Nem toda a gente tem que ter uma família grande, em que todos se dão bem e são felizes desde sempre. Mas a verdade é que há imensas famílias divididas e este costuma ser um dos maiores desafios (e stress!) durante a organização do casamento. Mas a realidade é esta – este é o vosso dia. Esta é a oportunidade de criar algo único com a sua cara metade, da qual se vão lembrar sempre. Têm que ter a capacidade de olhar um para o outro, pensarem o que querem para o grande dia e como se querem sentir, sem terem que lidar com a tristeza, com a ansiedade e com emoções aos saltos provocadas por problemas familiares.

constância jardim cerimónia de casamento noivos

Experiência versus coisas. Pessoas que valorizam experiências em deterimento de coisas têm mais tendência a realizar um elopement. Não porque não queiram gastar dinheiro na decoração, nas flores, nos diversos elementos do dia do seu casamento mas porque o materialismo não esteja na sua vida.

Menos stress. Menos ansiedade. Para a grande maioria dos casais, o casamento é provavelmente o maior evento das suas vidas – com centenas de pessoas, umas dezenas de fornecedores, os orçamentos que fogem das contas iniciais e o stress de lidar com a opinião de outras pessoas… resultado: ansiedade. Por isso, em vez da magia expectável onde tudo é perfeito, acaba por ser a pessoa mais stressada da festa. Num casamento a dois ter tempo e espaço para estarem bem um com o outro, completamente livres do stress e da ansiedade de um grande evento, é uma das grandes razões para fazer um Elopement Wedding.

noiva e noivo a vestirem-se para a cerimónia

Planear. Planear. Planear. Não vou mentir. Planear um casamento é realmente divertido! Principalmente desde que há aquela bela plataforma que se chama Pinterest! Mas há medida que a organização avança começam as questões:

Quem é que convidamos? É obrigatório ter damas de honor? Devo convidar o novo namorado da minha prima? O que devemos oferecer aos convidados? Temos que ter 2 pratos principais ou pode ser só 1? Tenho que receber a família em casa durante a minha preparação?

E as dúvidas começam a sobrepôr-se umas às outras. E esta é outra das razões para a crescente realização de elopements: os noivos querem saltar ou minimizar o planeamento de todos os pormenores.

Não ser o centro das atenções. Ter um casamento grande significa ser o centro das atenções. Nem todos os noivos conseguem ter uma primeira dança com centenas de pessoas à sua volta, com centenas de olhos em cima de si. Esta sou eu. Não gosto de ser o centro das atenções. Confesso que no dia do meu casamento houve pressão social. “Então e agora? Quando vem o bebé?”. Este tipo de questões e de atenções redobram o estado de ansiedade e de mal estar.

Ver a vida como uma grande aventura. A vida a dois é talvez uma das maiores aventuras da vida. E os momentos mais fugazes são muitas vezes aqueles que nos preenchem e que nos fazem crescer. Viver a dois é ter a capacidade de crescer, de evoluir, de unir esforços e ter a capacidade de continuar a viver a vida e não um compromisso.

As memórias são vitais. É imperativo que haja registo fotográfico. Aqui não há protocolo, nem aquele tradicionalismo dos casamentos dos anos 80. Porém, existe um pensamento generalizado que os noivos que casam apenas os dis não querem recordações do dia. Muito pelo contrário! O Pinterest diz-nos isso.
Aqui há uma margem enorme para a fotografia documental, onde o fotógrafo capta a vossa essência, a vossa história e a experiência única (e diferente!) que vocês estão a proporcionar a vocês mesmos. Se não sabem como contratar o fotógrafo para o grande momento, vejam as minhas dicas no blog.

noivo a colocar aliança na mão da noiva

Elopement wedding vs COVID-19

O Elopement Wedding pode ser uma boa opção para as noivas de 2020 que vêm a data do seu casamento migrar para 2021. Podem pensar neste tipo de cerimónia como uma celebração a dois. De acordo com as regras do novo estado de calamidade em Portugal, podem ter a vossa família mais próxima convosco neste dia para juntos brindarem a este dia.

Deixo-vos algumas ideias: vistam-se um para o outro e escolham um local que vos diga muito. Escrevam os vossos votos e leiam olhos nos olhos, sem medos e com muitas lágrimas de alegria! Levem uma garrafa de champanhe! Brindem! Não se esqueçam do bolo, faz parte! Levem um pequeno rádio e dancem a vossa música, os dois, bem juntinhos. Mas não se esqueçam de celebrar o vosso dia em 2020.

Elopement wedding: sim ou não?

Costumo dizer aos meus noivos que todas as histórias são diferentes. Todos nós somos seres individuais, com as nossas personalidades, histórias e ambições. por isso há espaço e muitas mais razões para fazer um Elopement Wedding.

E com os casamentos é igual. Há noivas que sempre sonharam com um big white wedding, enquanto que para outras casar nunca foi um objectivo mas que ao lado da pessoa certa já é uma possibilidade. Nem todos os casamentos têm que fazer parte da indústria da expectativa – podem ser diferentes, com linhas menos direitas e sem obedecerem às regras da etiqueta.

O meu conselho? Sejam vocês mesmas e fiéis aos que vos diz o coração e ao que idealizam. Porque no final de contas, o dia do vosso casamento é sobre vocês os dois, sobre o amor que têm um pelo outro e pela vida que vão construir em conjunto. Seja num casamento tradicional ou um Elopement Wedding.

Share this post

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest